IBGE disponibiliza nova versão da Base Cartográfica Contínua do Brasil, na escala 1:250.000

 

Referência para as ações de planejamento, monitoramento e gestão territorial, e para a atualização das informações dos recursos naturais do país, a Base Cartográfica Contínua do Brasil já está disponível na sua versão 2019. O IBGE disponibiliza hoje (27/11/2019), no seu portal na Internet, mais uma atualização desse importante conjunto de dados, na escala de 1:250.000 – BC250 (1cm = 2,5km).

Na versão 2019, a principal mudança está na divulgação da base em um novo modelo de dados, implementado de acordo com a versão 3.0 das Especificações Técnicas para Estruturação de Dados Geoespaciais Vetoriais (ET-EDGV 3.0). Nesta nova modelagem estão previstas 19 categorias de informação, sendo algumas delas resultantes de agregação e/ou separação de outras existentes na versão anterior, como Subsistema Aeroportuário (AER), Subsistema Dutos (DUT), Subsistema Ferroviário (FER), Subsistema Rodoviário (ROD), Subsistema Hidroviário (HDV), Limites e Localidades (LML), Classes Base do Mapeamento Topográfico em Grandes Escalas (GBGE), Cultura e Lazer (LAZ).

No processo de produção da versão 2019 da BC250 foi incorporado o uso das imagens do satélite Sentinel-2, obtidas em 2019. Isso permitiu a atualização de diversas informações constantes na versão lançada em 2017. Também foram feitas campanhas de atualização em campo e utilizados insumos cartográficos de instituições parceiras. Os referenciais geodésicos e cartográficos utilizam o sistema de referência SIRGAS 2000, com sistema de coordenadas geográficas. Para acessá-la, clique aqui.

Fonte: IBGE