Perícia geográfica: Google Earth ajuda a encerrar caso de homem desaparecido há 22 anos

 

O Google Earth protagonizou a resolução de um mistério que perdurava por mais de duas décadas.

William Earl Moldt desapareceu na Flórida na noite de 7 de novembro de 1997. Ele foi a um bar e não voltou. Familiares informaram o seu sumiço, mas investigações foram inconclusivas, e por 22 anos o paradeiro dele era um mistério.

Agora, graças a um corretor imobiliário que analisava uma área pelo Google Earth ele foi achado. Tudo começou quando o agente observou um carro submerso em um lago pelo software da gigante de buscas, o que foi essencial para as autoridades.

Após a verificação da ocorrência, foram descobertos os restos mortais de William através da perícia de um legista já que o corpo esteve ali por duas décadas sem que ninguém notasse. O mais curioso é que o veículo não estava muito longe das margens, e mesmo assim nunca foi observado por residentes locais. Talvez as más condições de conservação do lago tenham contribuído para isso.

Outro fato curioso é que a imagem de satélite estava disponível no serviço desde 2007. Ou seja, por 12 anos a maior pista para a solução desse mistério esteve em um dos softwares mais populares da internet sem que ninguém notasse.

Você pode ficar impressionado com o bom trabalho dos satélites que geram essas imagens ou então assustado: afinal, o mapeamento deles é tão bom que conseguiu ajudar na resolução desse caso. Então, bem, o que mais o Google Earth não consegue descobrir com suas lentes?

Vale lembrar, o Google Maps tem recebido recursos de realidade aumentada para ajudar usuários a não ser perderem mais.

Fonte: Tudo Celular